Plenária do Estudante

Plenária do Estudante é uma simulação de atividade parlamentar, no formato de oficina.

Estudantes do Ensino Fundamental (7ª e 8ª séries) e do Ensino Médio poderão participar de simulação de Sessão Plenária da Câmara, onde atuam como Vereadores, elaborando Projetos de Lei, Pedidos de Providência, utilizando a tribuna do plenário para tanto. Noções de cidadania, direitos políticos, estado, poderes, entre outros são repassados aos alunos pelo Memorial e Vereadores. Essa atividade ocorre somente nas segunda-feiras, às 14 horas, mediante agendamento.

Projeto de ação educativa da Câmara Municipal datado de 1991, ano em que o Ver. Airto Ferronato aprovou a Resolução nº 1.157, que a instituiu  para fomentar políticas de educação. Quer dizer, há pelo menos vinte anos o legislativo já atua diretamente na educação através da transformação do parlamento em espaço de educação não escolar.

Originalmente responsabilidade da Assessoria de Relações Públicas, a partir de 1998 o projeto passou a ser executado pela Seção de Memorial, que o acolheu e buscou a construção do Projeto Político-Pedagógico do Poder Legislativo que orientou as ações da Seção a partir do conceito de Educação Política para oferecer diversos serviços coordenados para a comunidade escolar com vistas ao seu acesso ao legislativo. A Sessão Plenária do Estudante deve ser o ápice de ações que tem como objetivo aproximar a escola do Legislativo: Visita-Orientada, Aula na Câmara, Câmara vai à Escola, Exposições Itinerantes e Sessão Plenária do Estudante. Graças a esta concepção sistêmica, o projeto mereceu o Prêmio José Reis de Divulgação Cientifica em 2006, concedido pelo Conselho Nacional de Pesquisas – CNPq.

Para alguns, a Sessão Plenária do Estudante é o centro da atuação educativa de uma Câmara Municipal. Mas não é. A Sessão Plenária do Estudante é uma estratégia de ensino, é a “sessão simulada”, isto é, lugar em que os alunos aprendem pela prática. Ela finaliza um processo continuo de formação, pela experiência em cada serviço, a partir da visita-orientada e aula na Câmara. Por isso o ideal é a agenda de todos os serviços em direrentes momentos do ano escolar. A Resolução original da 1.157 indica que as deliberações da Sessão Plenária do Estudante devem ser encaminhadas às autoridades

Expressar uma atitude pedagógica do parlamento é dar sentido e orientação às práticas formativas no seu interior. O Parlamento cumpre através da papel de propor referenciais concretos para  propostas pedagógicas escolares, isto é, oferece aos estudantes mais oportunidades de conhecer o mundo a partir da crítica de seu papel em relação a política e as instituições, reeleborando o discurso dominante da sociedade.